::: OBSERVE JÚPITER EM APROXIMAÇÃO COM A TERRA :::

NASA

O gigante gasoso Júpiter e sua grande mancha vermelha

 

Neste início de dezembro, Júpiter estará mais perto da Terra. 

Amanhã, 1/12/2012, o gigante gasoso do Sistema Solar alcançará máxima aproximação com a Terra, ficando a "apenas" 609 milhões de quilômetros* do nosso planeta. E por isso mesmo já faz uns dias que o planeta Júpiter está bem brilhante, mesmo a olho nu. E o espetáculo observacional deve continuar ao longo de dezembro e boa parte de janeiro.

Na última quarta-feira, Júpiter sofreu ocultação da Lua. Registrei a imagem (veja post anterior) pouco antes do início do fenômeno que durou cerca de 1h30min. Incrivelmente, consegui numa única foto registrar detalhes do relevo lunar e a presença de Júpiter. Normalmente, se calibro a câmera para fotografar Júpiter, a Lua sai superexposta, como um disco branco e homogêneo. Se ajusto os parâmetros da câmera para destacar o relevo lunar, Júpiter simplesmente some da imagem. Só consegui esta foto porque Júpiter está muito mais brilhante que o normal. E Júpiter bem brilhante significa momento propício para observarmos o gigante gasoso do Sistema Solar, mesmo sem instrumentos.  Mas é claro que um binóculo ou uma luneta podem ajudar bastante nesta divertida tarefa de observar o maior objeto do nosso sistema planetário depois do Sol. 

Se você não sabe como encontrar Júpiter no céu, não tem problema. Atualmente está bem fácil, com boas referências celestes. Siga minhas dicas a seguir.

  • Procure o horizonte leste (no lado em que o Sol nasce).
  • Pouco antes das 20h, Júpiter vai apontar no horizonte leste, um pouco à esquerda do ponto onde o Sol nasce. Júpiter será um ponto bem brilhante e que se destaca bastante dos outros. 
  • Por volta das 20h30min (veja simulações abaixo) você já terá Júpiter um pouco mais alto em relação ao horizonte. 
  • Boas referências são Aldebaran (alfa da Constelação de Touro), uma estrela bem alaranjada, e as Três Marias (na constelação de Orion). 

Para ajudar um pouco mais, fiz duas simulações do céu (onde Júpíter começa a aparecer logo depois do por do Sol) para hoje (30/novembro) e para o próximo dia 24 de dezembro (por volta de 20h30min, horário de Brasília, região sudeste do Brasil). Clique nas imagens abaixo para abrir (noutra janela) versão em tamanho maior (850 pixels X 545 pixels).

30/novembro/2012
Clique!

24/dezembro/2012
Clique

 

Não teremos diferenças significativas nas posições relativas de Júpiter em relação ao fundo fixo de estrelas até meados de dezembro. Com o passar dos dias, Júpiter vai lentamente "subindo" em relação à constelação de Touro. Perto do Natal, Júpiter estará praticamente na mesma altura que Aldebaran em relação ao horizonte. E segue "subindo" até o final de dezembro e início de janeiro, ainda com brilho bastante intenso, ou seja, em período excelente para observações astronômicas. 

Outra dica: com uma câmera digital com bom zoom óptico (tenho uma de 12X e outra de 30X), estabilizada num tripé, dá para fazer uma foto em close de Júpiter. Calibrando para uma exposição de alguns segundos, é bem provável que dê para registrar as quatro maiores luas de Júpiter (os quatro satélites galileanos). Vou tentar! Já fiz isso algumas vezes e até documentei neste post.

Boas observações!


* Em Astronomia esta distância é considerada pequena e equivale a aproximadamente quatro vezes a distância média Terra-Sol que é de cerca de 150 milhões de quilômetros.


Para você mesmo simular

  • Stellarium é o software freeware que usei para fazer as simulações deste post. Recomendo. É diversão garantida! 

Já publicado aqui no Física na Veia!





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Dulcidio Braz Júnior (@Dulcidio)
às 18h23





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: JÚPITER E LUA... AGORA :::

Clique!
Aquele pontinho brilhante logo abaixo da Lua Cheia é Júpiter


Cena imperdível: Júpiter "pertinho" da Lua Cheia, agora. Aproveite para espiar, ao vivo! É só botar a cabeça pra fora da janela e procurar a Lua.

Júpiter está bem brilhante porque caminha para seu ponto de máxima aproximação com a Terra que vai acontecer neste próximo sábado, dia 1 de dezembro. 

Veja abaixo outra foto que acabei de fazer, agora com menos zoom. Clique nas fotos para abrir versão em resolução maior. Segundo meu colega prof. Claudio (Química) via Facebook, a Lua está de brinco! Perfeito! Júpiter parece um brinquinho delicado de cristal na orelha da Lua Cheia!  

Clique!
Júpiter "grudadinho" na Lua Cheia

 

Clique aqui para visitar um simulador do JPL/NASA que permite ver a configuração dos planetas do Sistema Solar para qualquer dia/hora.

Em "Show me" escolha "the Solar System". Acerte data/hora. Escolha "I want a field of view of 10 degree(s)" e clique em "Run simulator". Você vai ver a configuração dos planetas do Sistema Solar. Note que a Terra e Júpiter atualmente estão do mesmo lado do Sol, por isso em aproximação. Sol-Terra-Lua estão praticamente alinhados. Mas só deste ponto de vista. Na verdade, os planos orbitais da Terra e de Júpiter não coincidem. Logo, não é possível haver alinhamento real destes planetas. 

A imagem abaixo (propositalmente fora de escala) ilustra este "alinhamento" de astros.

A Terra (T) orbita o Sol (S)  a uma distância média dST = 1 UA (uma unidade astronômica). 1 UA corresponde a aproximadamente 150 milhões de km. Júpiter (J) orbita o Sol (S) a uma distância aproximadamente 5 vezes maior que a distância média Sol-Terra, ou seja, dSJ = 5 dST = 5 UA. Num cálculo grosseiro, sem levar em conta as diferenças dos planos orbitais de Júpiter e da Terra em torno do Sol e considerando órbitas praticamente circulares (na prática são elípses pouco excêntricas), a distância Terra-Júpiter será no próximo sábado aproximadamente dTJ = dSJ -  dST = 5 - 1 = 4 UA, ou seja, 4 X 150 milhões de km, cerca de 600 milhões de km. Aproveite para observar Júpiter!    


Para ver

  • Houve, de fato, uma ocultação de Júpiter pela Lua. Minhas imagens acima mostram Júpiter pouco antes de ser eclipsado pela Lua. Clique aqui e confira imagens do fenômeno em galeria do site Space Weather.




Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Dulcidio Braz Júnior (@Dulcidio)
às 22h07





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
 



Dulcidio Braz Jr
Físico/Professor, 49 anos

São João da Boa Vista
São Paulo/Brasil
  visitante(s) on line agora
Física na Veia!, um Blog Legal do UOL!
Clique e assine

Busca aqui no Física na Veia!
 
 

Clique para conhecer meu livro de Física Moderna
Sobre Física, você diria que:
Adora
Gosta, mas tem muita dificuldade em aprender
Não gosta, mas reconhece que é importante
Não gosta e acha bobagem
Odeia
Votar Ver resultado parcial





  ESPECIAIS TEMÁTICOS








Clique aqui e dê sua nota para o Física na Veia

Clique aqui e indique o Física na Veia para os amigos!





Add to Technorati Favorites