::: NOVO FEED DO FÍSICA NA VEIA! :::

Geisa, leitora deste blog, avisou em comentário no post anterior que o sistema de RSS do blog estava com problemas e pediu para eu criar um feed para o Física na Veia!.

Valeu pelo aviso Geisa! Acho que o problema técnico já foi resolvido.

Mas, de qualquer forma, criei um novo endereço que é http://feeds.feedburner.com/FNV.

No ícone Clique e assine do menu o link para o novo feed já foi alterado.

Peço a gentileza de que todos os leitores do Física na Veia! passem a usar este novo endereço, que agora é oficial, e abandonem o antigo. Este novo endereço não deve dar mais problemas. Combinado?

E assim todo mundo pode continuar acompanhando em tempo real meus novos posts através dos seus agregadores preferidos.





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Dulcidio Braz Júnior (@Dulcidio)
às 21h53





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: RESONANCE: FÍSICA E MÚSICA CONVIVEM NO ATLAS/LHC :::

ATLAS/CERN

Capa do CD Resonance

Em 2008, Brian May, guitarrista do grupo Queen, publicou tese de doutorado em Astronomia. Muita gente achou estranho. Afinal, Física e Música parecem duas coisas diametralmente opostas. Mas não são!

Particularmente, achei absolutamente normal. Eu mesmo estudei 8 anos de violão erudito antes de fazer Física. Quase tornei-me músico. Mas a curiosidade pelo mundo científico roubou a cena. Depois veio a educação... a divulgação científica...

Mas, mesmo em pleno curso de Física, a música sempre esteve presente em minha vida. Em 1982, logo quando ingressei na graduação em Física na Unicamp, com mais dois amigos de curso, Cidinho e Paulo, montamos um trio de violões. Chegamos a fazer um concerto de música de câmara no IF 13, hoje anfiteatro do IFGW - Instituto de Física Gleb Wataghin. Cidinho migrou para a engenharia. Nunca mais o vi, infelizmente. Mas prof. Dr. Paulo Raboni hoje é professor da Unesp (presidente Prudente/SP) e continua tocando violão. Nos falamos de vez em quando. Eu só tenho uma fita cassete mono do único espetáculo do nosso trio na Unicamp. Preciso remasterizar o material e passar para um CD. Quando o fizer, certamente postarei por aqui.

Nos anos 90 eu tive um pequeno estúdio e produzi muita trilha para rádio, TV e teatro. Confesso que tenho saudades desta época criativa e divertida em que Física e Música andavam lado a lado. Hoje ouço muita música. Mas toco pouco, quase nada, o que para a ténica do instrumentista é fatal.

Descobri, ao longo de tantos anos em contato com Física, que muitos outros colegas físicos tocavam instrumentos. Aos poucos me acostumei com a ideia de que é mais comum do que parece físicos gostarem de Música e até arriscarem tocar algum instrumento, com maior ou menor seriedade.  

Albert Einstein, você já deve saber, tocava violino. Nunca o ouvi tocando. Não sei se tocava bem. Mas tocava (veja foto abaixo). E sempre deixou claro que a Música tinha enorme importância na vida dele.

wikimedia.org

Einstein tocava violino

Quer mais? Em setembro deste ano, em Genebra/Suíça, no churrasco de confraternização do Portuguese School Teachers Programme, o prof. Vitor Oguri, físico da UERJ, mostrou que tem intimidade com o violão. Eu estava lá e vi/ouvi o prof. Vitor acariciando as seis cordas de um violão que apareceu "do nada". Sempre aparece (e depois some) um violão "perdido" em qualquer churrasco de qualquer lugar do mundo! Seriam os violões análogos macroscópicos das partículas virtuais?!  

Foto: Elika Takimoto (colega brasileira da Escola do CERN)

Prof. Vitor Oguri (UERJ) em Genebra/Suíça, no churrasco do CERN

E eu poderia ficar citando casos e mais casos de físicos/músicos... Em julho deste ano, participei como palestrante da Escola do CBPF - Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, e soube da banda Queda Livre (confira aqui). Ela é formada por pessoas ligadas ao CBPF: os guitarristas Ivan Oliveira, João Paulo Sinnecker, Itzhak Roditi, Roberto Sarthour (pesquisadores) e Márcio Gonçalves Nunes (mestrando),  o baixista Rubem Sommer (pesquisador) e o baterista Cássio Leite Vieira (jornalista do Instituto Ciência Hoje que fica ao lado do CBPF). Conta ainda com a gaita de César Raitz Júnior (doutorando) e as vozes de Maury Duarte Correia e Gabriel Di Lemos Santiago Lima (doutorandos).

Incrível, não? E, para ratificar a minha tese de que há muitos físicos músicos, recebi, hoje, pelo @CERN (conta do CERN no Twitter), uma notícia sensacional: membros do ATLAS, um dos quatro experimentos do LHC/CERN, gravaram um CD duplo e um DVD tocando de heavy metal à música erudita. O projeto chama-se Resonance e agrega cientistas, engenheiros e funcionários do ATLAS/CERN "atraídos pelo amor comum que têm para com a ciência e o pela música." E o material será vendido para angariar fundos para o Happy Childrens Home, instituição de caridade que dirige um orfanato em Pokara, no Nepal.  

Você pode saber mais sobre o projeto aqui. Logo abaixo um mosaico de fotos dos participantes do Resonance em estúdio.

ATLAS/CERN

Físicos, engenheiros e funcionários do ATLAS participantes do Resonance

No site do projeto Resonance você pode baixar gratuitamente a faixa de audio (MP3) The ATLAS Boogie. Aqui o link. Basta postar uma mensagem sobre o projeto no Twitter ou no Facebook que o sistema libera automaticamente o download. Acabei de baixar aqui The ATLAS Boogie que também pode ser vista/ouvida em divertido vídeo clipe logo abaixo.

Nos links a seguir você pode ouvir trechos das músicas dos dois CDs ou assisitr a trechos de vídeo do DVD:

  1. CD 1 (músicas)
  2. CD 2  (músicas)
  3. DVD  (making of das sessões de gravação em estúdio e entrevistas com os participantes)

O Resonance será vendido a partir de 6 de dezembro. Também será possível adquirir o material digital via donwload. Mais informações na área "Sales" do site do projeto, neste link.

Eu, embora duplamente suspeito, adorei a ideia do Resonance. E você?


Veja o índice de posts temáticos sobre o CERN e o LHC neste link que você também acessa pelo banner permanente no menu da direita do blog. Fique por dentro de tudo o que foi publicado sobre o CERN e o LHC aqui no blog bem como a minha cobertura que fiz do Portugues School Teacher Programme.





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Dulcidio Braz Júnior (@Dulcidio)
às 17h31





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
 



Dulcidio Braz Jr
Físico/Professor, 49 anos

São João da Boa Vista
São Paulo/Brasil
  visitante(s) on line agora
Física na Veia!, um Blog Legal do UOL!
Clique e assine

Busca aqui no Física na Veia!
 
 

Clique para conhecer meu livro de Física Moderna
Sobre Física, você diria que:
Adora
Gosta, mas tem muita dificuldade em aprender
Não gosta, mas reconhece que é importante
Não gosta e acha bobagem
Odeia
Votar Ver resultado parcial





  ESPECIAIS TEMÁTICOS








Clique aqui e dê sua nota para o Física na Veia

Clique aqui e indique o Física na Veia para os amigos!





Add to Technorati Favorites