::: JÚPITER 'FLERTANDO' COM A LUA :::

Foto digital: Dulcidio Braz Jr

Júpiter, no canto de baixo, e a Lua, sob céu nublado, acima 

Estava de saída para aplicar um simulado para o curso pré-vestibular na escola quando vi, pela janela do quarto, por volta das 18h30min, Júpiter e a Lua. Peguei a câmera digital rapidinho e corri para fazer a foto acima.

Apesar do céu um pouco nublado, que não deixava nítido o relevo lunar, consegui registrar esta bela cena astrômica, uma ilusão de óptica em que Júpiter parece estar pertinho da Lua, num quase flerte cósmico.

Durante toda a noite desta quarta-feira, 27 de junho, a Lua crescente (quase cheia) poderá ser vista, sempre acompanhada de Júpiter. Simulei no computador e descobri que amanhã, quinta-feira, Júpiter parecerá estar ainda mais perto da Lua. Na sexta-feira os astros voltam a se afastar e o efeito de falsa aproximação desaparece.

Experimente botar a cabeça para fora da janela e confira ao vivo essa linda e singela cena astronômica. Tomara que o céu por aí esteja mais limpo do que por aqui em São João da Boa Vista, interior de SP, Brasil.

:: Longe ou perto?

Na verdade, os dois astros não estão próximos. Júpiter está muito mais longe da Terra do que a Lua. E a diferença é tão grande que, mesmo sendo o maior planeta do Sistema Solar, um verdadeiro gigante gasoso de quase 143.000 km de diâmetro, nos parece uma minúscula bolinha brilhante em comparação com o nosso satélite que tem somente 3.476 km de diâmetro.

A Lua orbita a Terra a uma distância média de 384.000 km enquanto Júpiter, que orbita o Sol a uma distância média de pouco mais de 778 milhões de km, está hoje distante da Terra quase 55 vezes a distância média da Terra ao Sol que é de cerca de 150 milhões de km, ou seja, bem mais distante do que a Lua, com eu já disse e agora ratifico com números. 

Daqui do referencial da Terra temos uma noção errada de tamanhos relativos e a ilusão de que os dois astros estão muito próximos. É impressionante como o nosso cérebro "manipula" o mecanismo da visão e nos engana, não?!


:: Upgrade [28/06/2007 ~17h40min]

Acabei de tirar uma foto da Lua nacendo sobre a serra ao entardecer, com o dia ainda claro. Júpiter está lá, "perto" da Lua, mas ainda não pode ser visto por falta de contraste com o céu claro (confira abaixo, com zoom na Lua que na foto da paisagem é o pontinho branco no céu).

Simulei no computador as posições da Lua e de Júpiter para a noite de hoje. Os dois estarão visualmente próximos e com a constelação de Escorpião fazendo quase uma moldura natural (veja a ilustração abaixo).

Show! Você vai perder este capricho cósmico? Eu não vou. E tentarei fazer fotos. Se conseguir resultado positivo, posto logo mais.


: Upgrade [28/06/2007 ~20h43min]

O céu está um pouco nublado. Mas deu para registrar alguma coisa. Abaixo, o que vi pela janela do terceiro andar do meu apartamento: a Lua (L), Júpiter (J) e a constelação de Escorpião na qual destaco Antares (A), sua principal estrela, uma supergigante vermelha que tem diâmetro mais ou menos 700 vezes maior do que o Sol! Antares está a cerca de 604 anos-luz da Terra, ou seja, a luz que emite demora 604 anos para chegar ao nosso planeta. Mesmo sem nenhum instrumento, se você estiver num local escuro, dá para ver em sua imagem de 604 anos atrás que ela é bem vermelhinha, o que nos revela ser uma estrela "fria", com temperatura superficial de mais ou menos uns 3.500 K.

E Júpiter e a Lua com um pouco mais de zoom.


Já publicado aqui no Física na Veia!





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Dulcidio Braz Júnior (@Dulcidio)
às 18h30





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
 



Dulcidio Braz Jr
Físico/Professor, 49 anos

São João da Boa Vista
São Paulo/Brasil
  visitante(s) on line agora
Física na Veia!, um Blog Legal do UOL!
Clique e assine

Busca aqui no Física na Veia!
 
 

Clique para conhecer meu livro de Física Moderna
Sobre Física, você diria que:
Adora
Gosta, mas tem muita dificuldade em aprender
Não gosta, mas reconhece que é importante
Não gosta e acha bobagem
Odeia
Votar Ver resultado parcial





  ESPECIAIS TEMÁTICOS








Clique aqui e dê sua nota para o Física na Veia

Clique aqui e indique o Física na Veia para os amigos!





Add to Technorati Favorites