::: ESTA RAPOSA É FOGO :::

 Firefox 1.0

Estou usando o novo navegador Firefox, baseado no Mozilla, da mesma turma do Netscape.

Segundo inúmeras matérias que saíram em jornais e revistas especializados, o Firefox é uma boa alternativa ao MS Internet Explorer, muito usado em todo o mundo mas muito problemático quanto à falhas de segurança que podem deixar o computador do usuário exposto a invasores mal intensionados.

Dentre as vantagens que tenho comprovado no Firefox, destaco:

  1. Estabilidade. Já uso a cerca de 15 dias e não dá pau. (Isso é incrível!);
  2. Código fonte aberto, o que permite que o programa seja melhorado por inúmeros usuários programadores pelo mundo afora;
  3. Atualização automática, pelo próprio programa, que vai no site do fabricante e faz o upgrade praticamente sem a intervenção do usuário;
  4. Grande poder de personalização, tanto nos aspectos visuais como funcionais. Há inúmeros plug-ins e extensões que podem ser instalados e rodam em segundo plano dentro do programa, aumentado as funções do mesmo;
  5. O bookmark já tem função de leitura de RSS.

Nos meus testes de uso por vários dias o Firefox apresentou até agora apenas "ligeiros problemas" para visualizar alguns sites mas nada grave. Como ainda é a versão 1.0, isso deve melhorar bastante.

Eu recomendo! Clique aqui para fazer download da versão 1.0 POR-BR (4.7 MB) ou aqui para visitar o site do fabricante.

 





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 17h16





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: LUAS EM CLOSE :::

NASA/JPL/SSI
Titã e Tétis, luas de Saturno 

Titã e Tétis: contrastes entre duas lua de Saturno revelados pela sonda
Cassini-Huygens

Saturno tem 31 satélites (ou luas). Dois grandes dos maiores e mais importantes são Titã e Tétis.

A sonda Cassini-Huygens, que se aproximou do planeta Saturno em meados deste ano, continua trabalhando pesado e revelou-nos nos últimos dias imagens incríveis destas duas luas de Saturno.

Há grandes contrastes entre Titã e Tétis. Titã está em constante mudança, enquanto a face de Tétis parece inalterada, antiga, congelada e cheia de crateras.

Para saber mais

  • Leia a notícia na íntegra. Clique aqui.
  • Veja mais detalhes sobre a sonda no post VAMOS DE CARONA NA CASSINI-HUYGENS do dia 30/10/2004. Clique aqui

 





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 21h25





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: BURACO NEGRO EM 3 X 4 :::

NASA
Imagem em raio X feita pela Chandra
Imagem em raio X feita pelo Telescópio
Espacial Chandra mostrando um Buraco
Negro

Estima-se que o Universo tenha algo próximo de 13 ou 14 bilhões de anos.

O telescópio espacial Chandra(1) conseguiu fotografar um dos maiores Buracos Negros(2) já descobertos (veja a incrível foto acima, obtida na faixa dos raios X). Este Buraco Negro está no centro do Quasar(3) SDSSp J1306, tem massa equivalente a 1 bilhão de sóis como o nosso mas emite uma energia cavalar, equivalente a 20 trilhões de sóis!

Estima-se que este Buraco Negro esteja a 12,7 bilhões de anos-luz da Terra. Como no Universo estar longe no espaço também significa estar longe no tempo, este objeto formou-se praticamente no primeiro bilhão de anos de vida do Universo, "logo após" o Big Bang(4), o que não é rigorosamente previsto pela teoria aceita atualmente. Pode ser que esta foto do telescópio Chandra seja histórica e vá servir de subsidio para correções na Teoria da Evolução Estelar(5) vigente. Vamos aguardar! 


Glossário

(1) O Telescópio Espacial Chandra tem este nome em homenagem ao astrônomo Subrahmanyan Chandrasekhar (1910-1995) que, ainda muito jovem, em 1939, deu uma importantecontribuição à Astrofísica quando calculou, a partir de modelos muito rigorosos, a massa limite de uma estrela do tipo Anã Branca (white dwarf star), determinando que ela seria no máximo equivalente a 1,44 vezes a massa do nosso Sol. Esta massa limite é conhecida nos meios acadêmicos como Limite de Chandrasekhar.

(2) Buraco Negro é o que sobrou de uma estrela que "morreu" e contraiu-se tanto que sua gravidade gigantesca engole tudo à sua volta.

(3) Quasar é o termo em astrofísica que desgina um objeto "quase estelar" (quase-stellar object) pois é muito semelhante a uma estrela quando observado por um telescópio que opera na faixa óptica (faixa visível) mas emite ondas de rádio em doses cavalares, superando até mesmo uma ou mais galáxias.

(4) Big Bang (que signfica grande "bang" ou grande explosão) é o nome que se dá ao início do Universo que se supõe coomeçou numa a partir de uma instabilidade que ocasionou um "grande explosão".

(5) Teoria da Evolução Estela, como o próprio nome já diz,  é o conjunto de idéias que tentam explicar o nacimento, a vida e a morte das estrelas do Universo.


Para saber mais





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 19h59





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: PIFOU MEU ACELERADOR DE LÉPTONS :::

O velho Sansung Syncmaster 3Ne 

Pifou meu acelerador de Léptons*, mais conhecido como monitor.

Fiquei, por conta deste acidente de percurso, pouco mais de 24 h fora do ar, sem poder ligar o micro e, consequentemente, sem poder blogar.

Mas consegui emprestado lá na escola um Symcmaster 3Ne (lembra disso?), um monitor de 14" da Sansung, velhinho, sujinho, mas que salvou a pátria!

Tive um desses lá nos anos 90, estou matando saudades ... E, graças a ele, cá estou de volta enquanto aguardo meu bom OAC 17" sair da UTI.

Como não podia deixar de ser, só porque eu não podia blogar, tivemos notícias incríveis de ontem para hoje, de quasares a mau hálito tratado a laser. Vou tentar botar os assuntos em dia nos próximos posts.


(*) De acordo com o Modelo Padrão (veja post  O ÁTOMO DIVISÍVEL do dia 7/11/2004), Léptons representam uma família de partículas atômicas elementares da qual o elétron é a partícula mais conhecida. O monitor convencional de computador é um canhão que emite elétrons. Estes, acelerados, vão de encontro à tela e quando com ela colidem provocam um pontinho luminoso (ou pixel). O conjunto de pixels é que forma a imagem projetada pelo monitor. Provavelmente você está lendo este texto na tela do seu próprio acelerador de elétrons. Ou você já tem um daqueles monitores de cristal líquido fininhos de dar inveja a qualquer top model?




Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 19h28





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: OFICINA DE FÍSICA MODERNA :::

IFGW

Acontece no próximo dia 11 de dezembro, sábado, no IFGW (Instituto de Física "Gleb Wataghin") da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a 11a Oficina de Física Moderna, evento que já se consagrou pela alta qualidade. Eu mesmo participei de várias e posso garantir que vale a pena.

Desta vez o tema é Informação e Computação Quânticas e nem precisa dizer da sua importância.

Serão ao todo quatro palestras, distribuídas ao longo do dia:

  • [08:45 - 10:15] Introdução à Informação Quântica - Amir O. Caldeira (IFGW)
  • [10:15 - 10:45] intervalo
  • [10:45 - 12:15] Eletrônica e Física: Computação Clássica e Quântica - Peter Schulz (IFGW)
  • [12:15 - 14:00] almoço
  • [14:00 - 15:30] Criptografia Quântica - José Antonio Roversi (IFGW)
  • [15:30 - 16:00] intervalo
  • [16:00 - 17:30] Computação Quântica: Propostas de Implementação - Marcos C. Oliveira (IFGW)

Já estou me programando para estar lá. Imperdível!

Para maiores informações, clique aqui e entre direto no site do IFGW, na área de cursos de extensão.





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 15h08





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: MOTOR IÔNICO :::

ESA
Sonda Smart-1
Smart-1, a sonda lunar com motor iônico

A propulsão convencional de naves queima uma enorme quantidade de combustível e os gases provenientes desta combustão são expelidos da nave em alta velocidade. Aí entra em jogo o Princípio da Ação-Reação de Isaac Newton (1643-1727: "Se um corpo A faz uma força (AÇÃO) sobre um corpo B, recebe deste uma outra força (REAÇÃO) de mesma intensidade, mesma direção mas de sentido oposto". Desta forma, se a nave empurra os gases para trás, os gases empurram a nave para frente e ela se move, acelerando e ganhando velocidade.

Agora imagine átomos ionizados (que perderam um ou mais elétrons) e tornaram-se carregados. Por repulsão elétrica, o íon é repelido e expelido em alta velocidade. O íon empurrado (AÇÃO), por sua vez, empurra o dispositivo (REAÇÃO). Análogo ao motor de combustão, temos aqui um motor iônico, ou seja, que expele íons em vez de gases.

A vantagem é que muito menos matéria é utilizada como propelente neste tipo de motor. No entanto, como desvantagem, o impulso neste dispositivo também é bem menor.

Para tirar uma nave do chão e lançá-la no espaço, um motor iônico seria muito fraco. Mas, uma vez no espaço, sem atrito algum ou outra força de valor significativo que se oponha ao movimento, um motor iônico pode tranqüilamente empurrar e acelerar uma nave.

Ficção?! Nada disso! A sonda Smart-1, da ESA (Agência Espacial Européia), que acaba de entrar em órbita da Lua, nosso satélite natural, vai gastar apenas 59 kg de Xenônio para, com grande eficiência, realizar sua tarefa de explorar a Lua.

Os motores iônicos são um grande avanço tecnológico para futuras naves espaciais.

Para saber mais ....





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 19h24





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: EXPLOSÕES DE ALTAS ENERGIAS :::

NASA
Satélite Swift
Swift, o satélite para estudar emissões de
raios gama

Foi lançado neste último sábado, 20 de novembro, em Cabo Canaveral - Flórida (EUA), o satélite Swift.

Sua missão é estudar gigantescas emissões de raios gama produzidas a bilhões de anos-luz da Terra.
Cientistas acreditam que o fenômeno esteja ligado à explosões de estrelas gigantes que podem ser o marco zero da formação de Buracos Negros.

O projeto da NASA (Agência Espacial Americana), em parceria com a Itália e o Reino Unido, está orçado em US$ 250 milhões e vai operar durante dois anos a partir de janeiro de 2005.

Aguardamos novidades. O satélite, que carrega três dispositivos de alta tecnologia, pode fazer descobertas realmente significativas para entendermos melhor a formação de Buracos Negros e, de tabela, melhorarmos o nosso conhecimento acerca da Evolução Estelar.

Para saber mais...





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 19h18





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  ::: FÍSICA NA PRIMEIRA FASE DA UNICAMP 2005 :::

 

As dicas do Física na Veia! cobriram o que foi pedido na prova de Física da primeira fase da Unicamp 2005 (veja post Vestibular da Unicamp 2005, do dia 18/11/2004 - 21h48min).

Para resolver a prova foi preciso análise (leitura) de gráfico, o conceito de velocidade média e velocidade de uma onda periódica além de cuidado no tratamento correto das unidades do S.I.. Apareceu ainda a idéia de intensidade de uma onda (em W/m²) que nada mais é do que potência por unidade de área. O item "b" da questão 4 também poderia ser resolvido por grandezas inversamente proporcionais.  

Foi uma prova bem feita, dentro da proposta da Unicamp para a primeira fase (veja post Unicamp na Veia, do dia 17/11/2004 - 16h17min).

A prova de Física de 2005 já está resolvida e comentada por mim. Clique aqui para ter acesso às resoluções de 2000 até a prova de hoje, 2005!   





Um forte abraço. E Física na Veia!
prof. Júnior (@Dulcidio)
às 19h17





::
:: Clique e recomende este post para um amigo
::


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
 



Dulcidio Braz Jr
Físico/Professor, 49 anos

São João da Boa Vista
São Paulo/Brasil
  visitante(s) on line agora
Física na Veia!, um Blog Legal do UOL!
Clique e assine

Busca aqui no Física na Veia!
 
 

Clique para conhecer meu livro de Física Moderna
Sobre Física, você diria que:
Adora
Gosta, mas tem muita dificuldade em aprender
Não gosta, mas reconhece que é importante
Não gosta e acha bobagem
Odeia
Votar Ver resultado parcial





  ESPECIAIS TEMÁTICOS








Clique aqui e dê sua nota para o Física na Veia

Clique aqui e indique o Física na Veia para os amigos!





Add to Technorati Favorites